Certamente que perdoará a dificuldade que por vezes temos em deglutir certas coisas. Às vezes algo apetitoso, ou por excesso de temperos ou do acompanhamento, cai mal.

Ainda andamos às voltas com os tantos milhões a que Sua Excelência aludiu na TV de um Clube, fazendo-nos recear pela aquisição de craques para um bom team de Sintra.

Milhões que não nos apercebemos sejam para recuperar tantas coisas pequenas que se arrastam sem solução, que fariam Sua Excelência brilhar em futuras campanhas…

Há quanto tempo Senhor Presidente? São perguntas que se justificam.

 

Parque da Liberdade, há quanto tempo não visita? 

 

Acreditamos que Sua Excelência, pelo dito num programa de TV clubista em que saltou  aquela do “empurrão democrático” (eufemismo de “cunha”), já sofreu pela Liberdade.

Que momentos terríveis Sua Excelência terá passado na época em que instalações de partidos de esquerda eram incendiadas e havia mortes entre os seus defensores.

Fica melhor entendido porque, tendo votado contra a Constituição que consagra o Poder Local, um partido democrático o tenho cooptado para servir uma Edilidade como Sintra.

Neste quadro, não duvidamos que o Parque da Liberdade, na zona histórica de Sintra, lhe seja caro e goste de o visitar regularmente, como fazem munícipes e visitantes.

Apesar do gosto que terá pelo mesmo, ainda não se apercebeu que a Fonte do Plátano, que tanta água jorrava por esta altura, está praticamente seca.

Custa-nos admitir que nenhum Serviço da CM de Sintra (SMAS são Câmara?) tenha procurado descobrir onde a água pode ter sido desviada ou retida, para uso privado.

Haverá alguma Quinta que, com a indiferença dos Serviços, tenha feito obstrução?

Há quanto tempo aqui o escrevemos? Ninguém transmite a Sua Excelência?

 

Parque da Liberdade e Omura

 

Lemos no site da CM de Sintra (que será de todos os sintrenses) que uma Delegação foi a Omura a propósito dos 20 anos de geminação com aquele cidade japonesa.

Conhecendo nós – pessoalmente – a sensibilidade dos anfitriões, oxalá que a Delegação não dê notícias sobre tal Pavilhão e como se encontram, hoje, as instalações.

Há quantos anos Sua Excelência sabe da geminação? Uma geminação que destruiu o antigo court de ténis do Parque da Liberdade dando lugar ao Pavilhão do Japão.

 

O repuxo sem água…Há quanto tempo? 

 

Vejamos outra pequena obra, ainda com muitos munícipes traumatizados pelos milhões comprometidos, para isto e aquilo, este ano, ano que vem, sabe-se lá se para 2021.

Aqui é impossível Sua Excelência não ter visto. É fora do Parque da Liberdade.

Dantes jorrava água deste repuxo. Quem saía do Parque da Liberdade (desculpará falarmos tantas vezes em “Liberdade”) gostava de o ver porque era bonito.

Um dia, (Sua Excelência ainda não conheceria o Parque) uma condutora expedita, para encurtar caminho, circulou por dentro do Parque…mas não conseguiu sair junto ao Palácio de Valenças. Na inversão…a viatura caiu dentro da fonte e ficou bloqueada.

Depois de retirada a viatura, foram reparados os danos na fonte e ficámos à espera que o repuxo se reactivasse…continuamos à espera que o repuxo volte…a ser repuxo.

Excelência, por favor pergunte há quanto tempo…

Estamos certos de que Sua Excelência, por ser adverso a “cunhas”, não quer que se peça para resolver…irá mesmo resolver…teremos água na Fonte e no Repuxo.

Há quanto tempo Sua Excelência terá dado instruções para ser resolvido?

Terá sido desta forma, com este abandono, que se juntaram os “milhões comprometidos” agora que estamos a caminho de eleições autárquicas?

Um Sintrense que conheça e ame Sintra é o caminho.

 

 

Fernando Castelo  »«  blog Retalhos de Sintra, 10 Abril, 2017

 Ver artigo com fotos :

http://retalhos-de-sintra.blogspot.pt/2017/04/sintra-senhor-presidenteha-quanto-tempo.html

 

 

Anúncios