As obras de restauro do Chalet foram acompanhadas por um grupo cívico pró-restauro do Chalet da Condessa d’Edla,causa que desde 2006 a Alagamares e outros cidadãos abraçaram e cujo desenvolvimento permitiu o sua reconstrução.Deferido que foi um financiamento do Financial Mechanism Office do EEE em 30 de Maio de 2007, foram iniciados os trabalhos preparatórios no local,prevendo-se nessa altura a conclusão da obra para  Fevereiro de 2011.

 

Comunicado da PSML

“A Parques de Sintra tem em curso um trabalho de reparação global do teto do Quarto das Rendas, no Chalet da Condessa d’Edla.

A intervenção implica a estabilização do tecto, o levantamento gráfico e a sua posterior reprodução global com uma nova pintura integral, prevendo-se que o projeto decorra até final da Primavera de 2017, podendo este prazo ser encurtado caso as condições meteorológicas o permitam.

Durante o processo de estabilização este espaço encontra-se encerrado ao público mas estima-se que, a partir do início de 2017, esteja “aberto para obras”. Tal significa que, a partir dessa data, os visitantes poderão não só observar o Quarto das Rendas como também acompanhar os trabalhos em curso (como é, de resto, política habitual nos projetos da Parques de Sintra).

Tratando-se da reconstrução de um edifício de século XIX, na qual foram empregues técnicas e materiais tradicionais (fasquiados de madeira com estuques de cal hidráulica) segundo critérios de autenticidade, apesar das inspeções periódicas a que o edifício é sujeito, devido aos efeitos da exposição climatérica particularmente rigorosa desta localização da Serra de Sintra nesta execução de construção, registou-se um desprendimento de uma porção do teto deste Quarto. Uma inspeção subsequente permitiu apurar que não existe o registo de outras ocorrências semelhantes em fase primária ou de evolução nos restantes Quartos. Os técnicos da PSML passarão agora a coordenar os trabalhos de recuperação.”

 

 

Pedro Macieira  # blog Rio das Maças

riodasmacas.blogspot.p

 

 

Anúncios